A balança não diz tudo. E cuidado, até pode enganar!

Luís Gonçalo Martins

Personal Trainer. Portador do Título Profissional n.º 27886, emitido pelo IPDJ

Se está numa operação de perda de peso, é importante controlar o peso, claro, mas não se torne refém da balança. É que às vezes olhar apenas para o que ela diz pode dar indicações erradas sobre o sucesso da caminhada e hesitações quanto ao processo.

SABIA QUE…

… aumentar de peso na balança nem sempre é um mau resultado?
Atente neste exemplo clássico, mas muito fácil de perceber:
Uma senhora tinha 70 kg, sendo 50 kg de músculo e 20 kg de gordura. Anda a treinar há um mês e hoje foi dia de subir à balança. Agora tem 71 kg. Ficou desmotivada, mas não sabia. Porque análise decomposta da informação que a balança lhe deu é mais interessante: tem 19 kg de gordura e 52 kg de músculo.
Em termos plenos ela aumentou 1 kg, mas ganhou 2 kg de massa muscular e perdeu 1 kg de gordura. Aquilo que parecia mau, afinal é bom. E a nossa protagonista voltou a sorrir, até porque no geral esta senhora sente-se mais delgada e a roupa mais larga.
A importância da perda de peso inteligente vai muito além de um número da balança.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.