Abdominais hipopressivos. O quê? É a nova moda para ficar com a barriga lisa

Diana Rosa

Jornalista

Sim, nós sabemos que o título é quase a promessa de um oásis no meio do deserto. É assim tão fácil? Não, claro que não. Mas chegar ao oásis também não. Exige persistência, foco e capacidade de resistência. No exercício também é assim. Mas atenção, os abdominais hipopressivos não o/a ajudam a emagrecer. Antes, tonificar e definir o abdómen.

Procura uma cintura de vespa ou uma barriga bem encolhida, sem que para isso faça força. Há uma nova forma de conseguir esse objetivo sem que tenha de se mexer muito. Parece fácil, mas diz quem pratica este exercício que não é pêra doce. É preciso insistência, disciplina e tempo. Mas em algumas semanas os resultados são surpreendentes.

Mas atenção! Esta prática não é só para mulheres! É um ótimo exercício para fazer no período pós parto para voltar à sua forma inicial, mas também é indicado para desportistas e todos aqueles que queiram diminuir o perímetro abdominal.

Venha conhecer os abdominais hipopressivos!

O que é?

É um método que procura melhorar a postura, a respiração, e a consciência corporal, tendo como base exercícios de respiração intercalado com apneia. A ginástica hipopressiva, também conhecida como LPF – Low Pressure Fitness surgiu nos anos 80 com o objetivo de tonificar a zona abdominal sem prejudicar as costas ou a musculatura pélvica. Através do controlo da respiração e do tórax, o abdómen inicia o seu processo de tonificação criando uma espécie de vácuo na zona da barriga, que repetido 4 ou 5 vezes por semana durante pelo menos 5 minutos, criam aquela imagem de estômago metido para dentro, ou como se costuma dizer, “parece que levou um murro no estômago”!

Desde o seu surgimento, vários foram os estudos científicos dedicados a esta atividade e que indicam que é eficaz e benéfica, não só para perder gordura como também para a postura.

Entre os muitos benefícios divulgados ao longo do tempo, destacam-se:

Reduz o perímetro abdominal em aproximadamente 8%

Melhora a postura e evita problemas dorsais, lombares e cervicais

Reforça os músculos pélvicos em cerca de 20%

Melhora a resistência física até 65%

Previne prolapsos

Aumenta o metabolismo

Previne a incontinência

Tonifica a faixa abdominal

Previne hérnias discais e lombalgias

Previne a ansiedade

Como fazer?

Há várias posições para fazer este exercício. Sendo que há 3 mais conhecidas. Pode fazê-lo sentado, deitado ou de pé com as mãos assentes nos joelhos, em posição de agachamento. Mas se é iniciante e quer praticar em casa, aconselhamos a que comece por fazer deitado, e aumentar o grau de dificuldade gradualmente, passando para a posição sentada e só depois em pé.

Os três passos essenciais do abdominal hipopressivo são os seguintes:

1.º Inspire e de seguida solte o ar completamente até não ter um resto de ar nos pulmões. Sinta a barriga a encolher e o abdominal a contrair até sentir que a barriga está toda metida para dentro, como se quisesse colar o estômago às costas.

2.º Mantenha esta contração entre 10 a 20 segundos (o que significa que não pode respirar). Comece por estar assim 10 segundos e vá aumentando o tempo à medida que vai praticando.

3.º Após este período, encha os pulmões de ar e respire relaxadamente.

Comece por praticar este exercício fazendo repetições durante 5 minutos por dia (aproximadamente 8 repetições), e vá aumentando a duração até aos 20 minutos.

Nota importante: Não faça estes abdominais depois de comer!

Estima-se que depois de 6 a 8 semanas a praticar ginástica hipopressiva consiga ver diminuição de 2 a 10 cms na cintura, e a facilidade em fazer este exercício aumenta exponencialmente.

Como é um exercício muito baseado em cada posição e numa boa postura, há que ter em atenção a forma correta de o fazer para não ter efeitos indesejados. É por isso que idealmente, aconselhamos a que obtenha alguma orientação profissional de como o fazer corretamente.

Quem não deve fazer este exercício

Pelo facto de ter períodos de apneia, nem todos podem fazer este exercício. Se tem alguma cardiopatia, inflamações na zona abdominal, hipertensão, disfunção obstrutiva respiratória ou se está grávida, não se aconselha a prática de ginástica hipopressiva.

Abdominais hipopressivos emagrecem?

Este exercício tem um gasto energético relativamente baixo. O que significa que só por si, não vai fazê-lo perder peso. O que vai fazer é tonificar e definir o abdómen. É um bom complemento se quer emagrecer, mas para conseguir alcançar o peso que deseja, deve aliar esta prática a um desporto ou atividade física mais intensa e uma dieta saudável e pouco calórica. O LPF é um exercício adicional ao seu plano de treino, e não serve para substituir outras atividades.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.