Comer fruta e reduzir os níveis de açúcar no sangue? Sim, é possível!

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

Olá diabéticos. Esta informação é para vós.Tem o poder de reduzir os níveis de açúcar no sangue, melhorar a resistência à insulina e ainda de fazer perder peso. Mas que fruta é essa? Damos uma ajuda: é pequena e azul. Já adivinhou?

Se pensou no mirtilo, então acertou na resposta! Ao longo dos anos, têm surgido diversos estudos sobre os benefícios que essa pequena baga traz à nossa saúde, nomeadamente na prevenção e no combate da diabetes.

Antes de percebermos de que forma é que o mirtilo consegue diminuir a glicose e outros aspetos, é preciso ter atenção à sua composição nutricional.

Informação nutricional

Por cada 100 g de mirtilos, é possível encontrar os seguintes nutrientes:

  • Calorias: 43
  • Água: 87 g
  • Proteínas: 0,5 g
  • Lípidos: 0,6 g
  • Hidratos de Carbono: 6,4 g
  • Fibra: 3,1 g
  • Vitamina A: 8 µg (microgramas)
  • Vitamina E: 1,9 mg
  • Vitamina C: 15 mg
  • Potássio: 110 mg
  • Magnésio: 9 mg
  • Cálcio: 19 mg
  • Fósforo: 20 mg

Benefícios do mirtilo para a diabetes

Devido à grande diversidade de nutrientes que constituem o mirtilo, esta fruta tem uma grande quantidade de antioxidantes, nomeadamente os flavonóides. Um dos grupos pertencentes a estes antioxidantes são as antocianinas, responsáveis por dar a cor azulada ao mirtilo e pela maioria dos seus benefícios.

Além disso, o mirtilo tem um baixo índice glicémico, que corresponde à medida da velocidade dos efeitos dos hidratos de carbono nos níveis de açúcar no sangue, escalada de 0 a 100.

Dito isto, é considerado um baixo índice glicémico quando varia entre os 0 e os 55, e o mirtilo tem 53. Outras frutas com este valor são, por exemplo, a banana, o ananás e a manga.

Desta forma, o mirtilo traz grandes vantagens à saúde dos diabéticos, nomeadamente dos pacientes com tipo 2, e pode mesmo prevenir a doença.Segundo um estudo publicado pela British Medical Journal, citado pela APDP, o mirtilo consegue diminuir os riscos de desenvolver diabetes em 26%.

Através da redução dos níveis de “mau colesterol” (LDL), triglicerídeos e da gordura abdominal, este alimento consegue também acelerar o processo da glicólise, referente ao armazenamento de uma parte da glicose.

Além desse facto, o mirtilo também consegue combater a resistência da insulina produzida pelo fígado. Um estudo publicado pelo The Journal of Nutrition, realizado em 2010, provou que 67% das pessoas que beberam um sumo de mirtilos duas vezes por dia tiveram melhorias de 10% na sua resistência à insulina. Aquelas que tomaram um placebo não tiveram quaisquer mudanças.

Esta torna-se uma grande vantagem para os pré-diabéticos, que estão a ter problemas na reação à insulina.

Outros benefícios do mirtilo

Não é só na diabetes que o mirtilo é uma fruta poderosa. Também traz muitos outros benefícios à nossa saúde, entre os quais:

  • Controla a pressão arterial: previne as doenças cardiovasculares;
  • Reduz a deterioração cognitiva: traz bons efeitos às doenças degenerativas, como o Alzheimer, fortalece a memória e protege de alguns tipos de cancro;
  • Protege o coração: as antocianinas são capazes de prevenir enfartes;
  • Combate as infeções urinárias: tem substâncias que evitam o desenvolvimento da bactéria E. coli. no trato urinário;
  • Melhora o humor: contribui para o bem-estar;
  • Protege o fígado: evita a acumulação de gordura;
  • Previne lesões musculares: depois de exercício físico intenso, o mirtilo consegue evitar danos promovidos pelo stress oxidativo e pela inflamação dos músculos;
  • Protege da gripe: a vitamina C e outros nutrientes são fortes antivirais.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.