Consegui emagrecer. E agora? Cinco dicas para manter o peso nos eixos

Diana Rosa

Jornalista

Quem sabe o que custa perder peso percebe bem a angústia da pergunta que encabeça o título deste texto. Tanta salada comida, tantos croissants desprezados, tantas lasanhas congeladas deixadas no supermercado, tantos rissóis tristes e abandonados nas pastelarias. Tudo para quê, afinal? Tanto esforço para conseguir… e consegui. Mas, e agora o que faço? Não quero voltar a descer ao inferno. Calma, este texto é para si.

Uma bela manhã acordou, viu-se ao espelho e pensou “É hoje!” Estava cansado/a de ter excesso de peso, queria melhorar a sua condição física e a sua saúde, e decidiu que era o dia certo para começar essa luta, nem sempre fácil, para emagrecer. Começou a fazer caminhadas, depois passou para a corrida, e mudou os seus hábitos alimentares.

Hoje em dia, dietas demasiado rigorosas são desaconselhadas por muitos nutricionistas, uma vez que é difícil, se não impossível, manter hábitos alimentares que sejam extremistas para todo o sempre. Não vale passar fome, não vale deixar de comer, ou até mesmo largar alguns prazeres que, de vez em quando, também fazem falta.

O caminho é longo e não é de um dia para o outro que os resultados batem à porta. Mas conseguiu! Depois de todo o esforço e algumas privações, perdeu o peso que desejava e sente-se melhor do que nunca.

Parabéns! Chegou à parte mais desafiante: manter a forma.

Temos algumas dicas para o ajudar nesta nova etapa. Confira aqui cinco coisas importantes para não voltar à estaca zero e manter-se saudável.

1 – Desenhe a sua estratégia

Agora que se sente bem, não vale voltar aos hábitos que tinha antigamente. Mantenha uma alimentação um pouco menos rígida, mas sempre regrada. Dê preferência a um prato cheio de legumes ou vegetais, modere nos acompanhamentos, e inclua proteína para ter energia durante as horas seguintes. O truque é o bom senso e ter atenção às quantidades. Se conseguir, tenha um horário estabelecido para o almoço e o jantar e lembre-se sempre que a noite é inimiga de quem quer perder, ou manter o peso. Faça refeições ligeiras neste horário.

2- Continue a treinar

O exercício não é benéfico só para quem quer perder peso. Manter uma atividade física regular é importante essencialmente para a sua saúde, para melhorar a sua condição física, tonificar, e manter um peso saudável. Se conseguiu estabelecer hábitos de exercício regulares, continue a investir nessa rotina. O seu corpo agradece!

3- Durma bem!

Como já referimos muitas vezes, o sono é fundamental para manter a sua saúde física e mental. O facto de manter uma rotina de sono saudável, ajuda a que tenha energia, promove o aumento do metabolismo, evita que tenha muita fome durante o dia, e muito importante: Aumenta o seu controlo emocional para encarar, não só as tarefas do dia-a-dia, como também a controlar momentos de ansiedade que podem levá-lo até ao frigorífico, confundido a fome emocional com a verdadeira fome física. Dormir é manter a cabeça à tona!

4 – O dia da asneira

Tal como no processo de perda de peso, o dia da asneira é um hábito a manter quanto está em fase de manutenção. Escolha o melhor dia da semana para poder cometer algum pecado alimentar. Por exemplo, se trabalha de segunda a sexta, reserve os dias de convívio como o sábado ou o domingo para poder comer aquele prato que tanto gosta ou a sobremesa preferida. Mas atenção: O dia da asneira não é para cometer excessos desde que se levanta até que se deita. É uma exceção com conta, peso, e medida!

5- As compras e a despensa

Deixámos esta dica para último, porque é um truque fundamental para perder ou manter o peso. Cuidado com as idas ao supermercado. Tenha na sua despensa apenas aquilo que pode comer!
Se no seu ambiente não tiver acesso a doces, batatas fritas e outras gulodices, é muito mais fácil manter uma alimentação equilibrada. Assim, não há forma de pecar enquanto estiver em casa. Tenha um chocolate negro para horas de maior aflição, e quando chegar o dia de comer a sua asneira, compre aquele alimento que lhe vai dar prazer a comer (ou aproveite para quando vai jantar fora, por exemplo), mas não encha o stock das suas prateleiras!

Faça uma lista antes de ir às compras com tudo o que precisa, e mantenha-se fiel a ela quando estiver no supermercado. Dica extra: Não vá às compras com fome.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.