Criança mais obesa do mundo perdeu 100 quilos em três anos. A incrível história de Arya

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

Arya Permana tornou-se famoso em todo o mundo por apenas uma coisa: o seu peso. Os seus quase 200 kg concederam-lhe o título de “criança mais obesa do mundo”. Uma cirurgia e um novo estilo de vida, que lhe permite realizar atividades que antes eram impossíveis, salvaram-lhe a vida.

Arya Permana tinha apenas dez anos quando foi considerado a criança mais obesa do mundo. Cinco anos depois, está irreconhecível, tendo já perdido um total de 100 kg, devido à cirurgia bariátrica que lhe reduziu o estômago, à sua nova dieta e à prática de exercício físico.

Arya sempre foi uma criança com excesso de peso. Natural de West Java, Indónesia, nasceu com cerca de 3,2 kg, um tamanho normal para um bebé. No entanto, foi aos dois anos que começou a ganhar peso.

Segundo os seus pais, Arya comia cerca de cinco refeições por dia, equivalente à alimentação de dois adultos. Esta alimentação incluía refrigerantes, hidratos de carbono (arroz, noodles), peixe, carne, sopa de vegetais e tempeh (uma comida tradicional do país feita à base de rebentos de soja), num só dia.

Ao ganhar peso constantemente, Arya deixou de conseguir fazer atividades simples do dia-a-dia. Devido ao seu tamanho, tinha dificuldades em tomar banho, tendo de o fazer na piscina do seu quintal. Ir à escola tornou-se impossível, visto que se cansava após dar alguns passos.

Com o surgimento de sérios problemas de saúde, nomeadamente de respiração (tinha de dormir com a cabeça encostada a uma parede para respirar…) em resultado do excesso de peso de Arya, os seus pais autorizaram que a criança se submetesse a uma cirurgia para lhe ser colocada uma banda gástrica.

Segundo o cirurgião que lhe colocou a banda gástrica, Handy Wing, “o seu estômago ficou com um tamanho de apenas 30%” em relação ao tamanho original. Tal, incentivou a que Arya ficasse saciado mais rapidamente: “Agora, com apenas seis colheres (de comida) fico logo cheio”.

Além disso, o jovem começou a seguir uma dieta restrita e a praticar regularmente exercício físico.

A nova fórmula não engana: “frutas, vegetais, caminhadas diárias, exercício e natação”. Arya explica como começou a comer melhor e de forma mais saudável: “As porções foram sendo reduzidas gradualmente. Reduzia um pouco a cada semana e não de uma só vez. Por exemplo, comia um prato de arroz e depois reduzia para apenas cinco colheres.”

Ao fim de três anos, Arya Permana perdeu um total de 104 kg. Conseguiu regressar às aulas, antes das escolas terem sido encerradas, devido à pandemia, e agora anda cerca de 3 km por dia e faz muitas outras atividades: “Consigo praticar desportos… Eu jogo basquetebol com os meus amigos e também consigo andar de mota! É maravilhoso poder viver como as outras crianças”, disse, citado pelo jornal The Sun.

Mas não foi apenas na perda de peso que o seu novo estilo de vida causou efeitos, mas também no seu sono: “No passado, de 2015 a 2016, eu ia dormir às 4h e acordava às 15h. Agora, deito-me às 22h”.

Ainda lhe faltam diversas operações, para lhe retirar o excesso de pele que tem no corpo, que acabaram por ser adiadas pela pandemia.

No entanto, Arya Permana não esconde a felicidade na forma como se vê ao espelho atualmente: “Em 2015, nunca esperei que fosse possível eu perder peso. Agora, sinto-me melhor, é tão diferente”.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.