Fígado, coração e rins: que benefícios têm as miudezas para a nossa saúde?

Diana Rosa

Jornalista

Na alimentação vale quase tudo, desde que com moderação. E hoje vamos falar de um tipo de alimento algo controverso, que é adorado por uns e odiado por outros: o fígado animal e restantes miudezas. Consideradas zonas pouco nobres do animal, as vísceras aportam benefícios ao organismo que importa não descurar.

As miudezas são ricas em várias vitaminas, nomeadamente vitamina B, ferro e zinco. No entanto, o fígado, coração e rins, têm uma contrapartida: o elevado teor de colesterol. Por isso, devem ser evitados por pessoas que tenham algum tipo de problemas relacionados com esta doença.

Vamos particularizar o tipo de miudezas que existem, e nomear as suas diferenças.

Coração

É uma fonte elevada de proteína, niacina, ribofiavina, e vitamina B12. Como a maior parte das vísceras, é também rico em ferro.

Rins

São também uma fonte com elevado teor de riboflavina, vitamina B12, ferro, ácido fólico, tiamina, e zinco

Língua

Seja de vitela ou de vaca, tem um elevado teor de sódio, que pode causar retenção de líquidos. No entanto, é uma boa fonte de vitamina B.

Fígado

Rico em vitamina A, vitamina B, ribofiavina, ferro, niacina e ácido fólico. É talvez das miudezas mais consumidas.

Quais os benefícios deste tipo de alimento?

São ótimas fontes de ferro, o que é bom para quem sofre de anemia. Além disso, são saciantes, o que significa que ajuda a afastar a fome durante mais tempo. Nesse aspeto, pode ser útil para a perda de peso. Como têm elevado teor proteico, são benéficas na reconstrução de tecidos e fortalecimento dos músculos. É, portanto, um bom alimento para quem faz muito exercício. Pelo facto de ser rico em vitamina A, este alimento atua como um antioxidante, mantendo o corpo protegido dos radicais livres, ajudando a diminuir a tendência para inflamações, protegendo a saúde ocular, e mesmo a pele.

Mas há mais: as vísceras, por serem ricas em vitamina B, protegem o organismo de doenças cardiovasculares, mantém o cérebro saudável (atua na prevenção do Alzheimer), e afasta as depressões e ansiedade.

E o colesterol?

As miudezas, como foi dito, são ricas em colesterol, uma vez que é no fígado que este é produzido. No entanto, quando comido com moderação, não representa um perigo elevado no que diz respeito ao aumento do mau colesterol. O efeito mais proeminente observa-se nos níveis do colesterol total. Ainda assim, mantenha a sua saúde sob controlo e faça análises com regularidade.

Ácido Úrico

Já quem tem ácido úrico ou gota deve mesmo evitar este tipo de alimento, uma vez que é rico em purina, que faz aumentar este componente, provocando, além de outros sintomas possíveis, inchaço nas mãos e nos pés.

Na gravidez

As miudezas, nomeadamente a ingestão excessiva de fígado, pode causar mal-formações no bebé. Problemas congénitos no coração, medula espinhal e tubo neural, ou mesmo anomalias nos olhos, nariz e ouvidos. O melhor é não arriscar.

As miudezas são um bom alimento e bastante nutritivo, mas tem as suas contrapartidas. Por isso mesmo, desfrute deste alimento saboroso, mas consuma com moderação.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.