Há cogumelos para todos os gostos. E um gosto tê-los à nossa mesa

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

Versáteis, saborosos e muito nutritivos. Há cogumelos para todos os gostos e quase precisamos um guia para não não nos perdermos. Foi a pensar nisso que fizemos este texto. Até porque quem come cogumelos tem muito a ganhar. Descubra quais são e quais os tipos de cogumelo que melhor acompanham as suas refeições.

Existem mais de dez mil espécies de cogumelos. No entanto, não ache que lhe saiu a sorte grande, pois apenas duas mil são comestíveis e as comerciáveis não chegam a uma dezena!

Mas não se preocupe, que os benefícios dos cogumelos destinados ao consumo humano chegam para satisfazer as suas necessidades.

Estes fungos têm um elevado teor de água (cerca de 90%), alguma fibra (hemiceluloses e pectinas), generosas quantidades de vitaminas (complexo B) e minerais (fósforo, selénio, cobre, potássio) e antioxidantes. Tudo junto só poderia dar bom resultado.

Além destes componentes, os cogumelos apresentam muita proteína e um baixo valor calórico, com apenas 14 calorias, por 100g. Tal leva a que sejam uma boa opção para incluir numa dieta vegetariana e para perder peso.

Benefícios dos cogumelos para a saúde

  • Fortalece o sistema imunitário – vitamina C, selénio, zinco e compostos fenólicos, tocoferóis e carotenos que atuam, no combate aos radicais livres e na prevenção o envelhecimento precoce
  • Ajuda à perda de peso – Já o escrevemos: 100 gramas de cogumelos possuem apenas 14 kcal. Além disso, tem elevado teor de água e de fibra, bem como baixo índice glicémico, o que contribui para prolongar a sensação de saciedade;
  • Previne a diabetes – Por causa da fibra e do seu baixo índice glicémico;
  • Reduz o colesterol sanguíneo, a pressão arterial e ajuda o coração – Tem elevada quantidade de fibra que ajuda à eliminação da gordura;
  • Tem propriedades antivirais, antibacterianas e anticancerígenas – principalmente no cogumelo Shiitake, o que ajuda no combate às gengivites, doença do pé diabético.
  • Ajuda na prevenção do cancro da próstata, bexiga e colo do útero – uma vez que possuem muitos antioxidantes, o que pode contribuir para que as células cancerígenas não se multipliquem.;
  • Contribui para a regulação do trânsito intestinal. A sua riqueza em água e fibra (principalmente hemicelulises, pectinas e beta-glucanas) ajuda na regulação do trânsito intestinal;
  • Facilita a reconstrução muscular. Devido ao elevado teor em proteína (aproximadamente 23% da sua constituição) e minerais (magnésio, fósforo, potássio);
  • Ajudam a função cerebral. O elevado teor de vitaminas principalmente do complexo B, ajuda na função cerebral e estimula a memória;

Tipos de cogumelo mais comuns e como cozinhá-los

Cogumelos Portobello (ou de Paris)

Este tipo de cogumelos é dos mais fáceis de encontrar no supermercado. Podem variar na cor, oscilando entre o branco, o bege e o castanho e têm pouco tempo de cozedura, facilitando o seu uso em diversas receitas.

Poderá incluí-los em saladas, massas, assados ou refogados, podendo ser  acompanhado de vegetais, queijos e ervas.

Cogumelos Shiitake

São originados do Japão e são conhecidos pela sua cor castanha-escura e apresentam uma textura esponjosa. Têm um sabor muito característico, sendo ideais para incluir em pratos asiáticos, como noodles e ramen.

No entanto, também poderão ser inseridos pratos de peixe ou carne, preferencialmente quando são salteados.

Cogumelos-ostra (ou pleurotus)

O nome vem da semelhança que existe entre o chapéu do cogumelo e o formato das conchas, sendo que têm uma coloração castanho-acinzentada ou azulada.

Este tipo de cogumelo é bastante usado em risottos, podendo também ser incluído em massas ou salteados.

Cogumelos Maitake

São mais difíceis de encontrar, estando apenas disponíveis nos mercados asiáticos. Distinguidos pelo seu sabor amanteigado, são perfeitos para assar, adicionar em sopas, para serem prensados, formando um bife ou hambúrguer.

Cogumelos Shimeji Branco

Descritos como os cogumelos mais saborosos do Japão e do Brasil, tem uma coloração branca e um sabor adoçado. São bastante usados em sopas, guisados e em molhos.

Cogumelos do Cardo

O seu chapéu é liso e de cor castanha, enquanto que o seu pé tem uma colração esbranquiçada. O seu sabor adocicado é utilizado como acompanhamento, nomeadamente salteado com alho e azeite.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.