O PORQUÊ DAS COISAS: Porque é que a cebola faz chorar?

Diana Rosa

Jornalista

Mexemos nelas, andamos com elas para trás e para a frente, tiramos uma casca… e nada. Mas quando pegamos na faca e lhe damos o derradeiro golpe, aí vem o dilúvio de choro! Se tivermos de a picar então, segurem-nos, que a coisa vai ficar grave. Porquê, senhores, porquê?

Há uma explicação científica muito simples. De facto, a cebola só faz chorar quando estamos a cortá-la. E porquê? Porque a cebola quando está inteira, tem dentro de si enzimas e sulfuretos que não se misturam. Mas quando a cortamos, estamos a rasgar todas as suas células com a nossa faca, que faz com que estes dois componentes se misturem, formando uma espécie de ácido gasoso chamado “sulfóxido de tiopropanal”. Quando este gás entra em contacto com os olhos, causa-nos ardor, e o organismo para se defender inicia a sua produção de água nas glândulas lacrimais. O problema é que quanto mais choramos, mais ácido este gás se torna porque, misturado com a lágrima, vai reforçar a sua agressividade. No entanto, não se assuste! Porque não há malefícios observados referentes ao contacto destes componentes com os olhos. É só uma reação natural do corpo humano.

Quer saber qual é a dica para não chorar?

Cortar a cebola debaixo de um fio de água a correr, que impede que o gás seja projetado para os seus olhos. Ou então, deixe a cebola pelo menos duas horas no frigorífico antes de a cortar e, com a diminuição da temperatura, o gás resultante do corte da cebola vai perder a sua força!

Tem dicas extra que nos queira contar? Queremos saber! Partilhe os seus conhecimentos na nossa caixa de comentários!

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.