O PORQUÊ DAS COISAS: Soluços. Haverá coisa mais irritante?

Diana Rosa

Jornalista

Aparecem quando menos se espera e não percebemos bem o porquê. Os soluços são incómodos e às vezes são mesmo aflitivos, podendo demorar minutos ou mesmo horas.

Neste capítulo de o Porquê das Coisas, vamos tentar perceber o que é que leva os malditos soluços a atormentarem as nossas vidas.

Os soluços são uma contração do diafragma, que acontece de forma involuntária e que, por instantes, impede a passagem de oxigénio da boca para os pulmões, e provoca aquele ruído tão característico que todos conhecemos. Este movimento torácico é consequência da irritação do esófago, e pode acontecer por várias razões. A lista é longa. Vamos conhecê-las.

  • Diminuição de dióxido de carbono no sangue, consequência de respiração acelerada
  • Dilatação do estômago, quando toma bebidas gaseificadas ou quando come muito rápido e em grandes quantidades.
  • Ingerir alimentos demasiado picantes, a temperaturas muito quentes ou geladas
  • Tabaco e stress
  • Inflamações abdominais e respiratórias como a esofagite, bronquite, hepatites, pericardites, entre outras
  • Pós-operatório de cirurgias ao tórax
  • Esclerose Múltipla, meningite e outras doenças do foro cerebral
  • Insuficiência renal
  • Gastrite, pneumonia ou outros processos infeciosos

Ter soluços é uma resposta natural do organismo a várias situações e geralmente não tem qualquer gravidade. Ainda assim, se este sintoma persistir durante dois ou mais dias, é necessário que se dirija a um médico, uma vez que pode ser sinal que se está a passar algo mais grave.

E como é que se param os soluços?

Esta é a pergunta que toda a gente quer ver respondida! Na verdade, as soluções que funcionam para uns, nem sempre são válidas para outros. Mas vamos desvendar quais são as estratégias habituais para acabar o problema.

  • Sentar-se numa cadeira e inclinar a cabeça sobre os joelhos
  • Encher o peito de ar e conter a respiração o máximo que conseguir (não caia para o lado)
  • Beber um copo de água bem cheio
  • Comer um pedaço de pão ou uma fatia de gengibre
  • Respirar bem fundo, repetindo o gesto até desaparecerem os soluços
  • Respirar dentro de um saco de papel, para regularizar os níveis de dióxido de carbono
  • Sugar um limão
  • Gargarejar com água gelada

Agora já sabe, quando tiver soluços, aplique estas técnicas e conte-nos qual foi a que resultou consigo!

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.