Papanicolau. O exame com nome próprio que todas as mulheres devem fazer

Diana Rosa

Jornalista

Exame de Papanicolau. Nunca ouviu falar? Se é mulher, é mau sinal. É um exame ginecológico que tem o nome do médico grego Geórgios Papanicolau, considerado o pai do exame que melhor previne o cancro do colo do útero. Não dói, embora possa ser incomodativo durante cinco segundos. Mas pode salvar-lhe a vida…

O papanicolau é um exame ginecológico que deve ser realizado por todas as mulheres após o início da vida sexual, e que deve ser repetido pelo menos de dois em dois anos. Clinicamente chamado de citologia, é apenas uma das etapas de um exame pélvico completo que é realizado em ambiente ambulatório, e que serve para rastrear a existência de cancro do colo do útero.

Tenho mesmo de fazer?

Tem! Nesta colheita, são recolhidas células do colo do útero através de uma espécie de pequena raspagem que o ginecologista realiza, e que permite ver se estas células têm alterações cujo resultado seja alvo de alerta, implicando um estudo mais completo sobre o colo. Estas alterações, quando existem, indicam que algo não está bem e, em alguns casos, que o cancro pode estar prestes a desenvolver-se ou mesmo já existir. E é por isso que é de extrema importância não adiar a consulta de ginecologia! Quanto mais cedo forem detetadas as alterações celulares, mais hipóteses existem de sucesso no tratamento, quer seja de uma lesão no colo do útero que ainda esteja em fase inicial, quer seja do cancro.

Como se faz?

Na consulta de ginecologia, o médico vai pedir-lhe que se deite na marquesa e que coloque cada perna em cima do suporte indicado para o efeito. É importante que esteja relaxada. Não vai acontecer nada de mal. É certo que, para uma parte das mulheres, o exame é ligeiramente incómodo, mas é uma sensação que dura 5 segundos, e normalmente é uma questão de hábito. O que é certo é que, quanto mais contraída estiver, pior. Descontraia e vai ver que é fácil, e rápido! Depois de se posicionar na marquesa, o médico vai inserir um espéculo no interior da vagina, separando as respetivas paredes, para poder observar o colo do útero. Com uma fina espátula, o médico raspa suavemente uma amostra de células, retira o espéculo, e já está. É muito fácil e pode salvar-lhe a vida.

Preparação

Antes da consulta não é habitual receber indicações para se preparar para uma citologia porque, na verdade, ela pode ser feita em qualquer altura (menos durante a menstruação, claro). Ainda assim, para que o resultado seja mais eficaz, deve evitar ter relações sexuais no dia anterior, assim como duches vaginais, aplicação de pomadas ou outros produtos vulvares, uma vez que estes podem mascarar células alteradas / anormais.

Quantas vezes devo fazer?

Sempre que vai a uma consulta. Se estiver tudo bem com a citologia anterior, é recomendado que repita passado dois anos. Se houver alterações ou lesões, o seu médico irá pedir que faça uma vigilância mais apertada. Após os 30 anos, é importante que o papanicolau seja acompanhado por um teste ao HPV, que se faz ao mesmo tempo da citologia, retirando também uma amostra.

A vacina contra o HPV

Convém relembrar que a vacina contra o HPV previne cerca de 87% dos cancros do colo do útero, segundo os dados que foram avançados nos últimos dias e que já fizemos questão de explicar neste artigo do Escolher Viver. Mesmo que já não esteja na idade abrangida pelo Plano Nacional de Vacinação, a toma da vacina é um investimento a ponderar, pois pode poupar-lhe anos de vida e oferecer-lhe a segurança que, mesmo que seja contaminada com o Vírus do Papiloma Humano, existe muito menos probabilidade de vir a desenvolver cancro do colo do útero. Hoje em dia, a vacina nonavalente atua contra os tipos de HPV de alto risco, que são aqueles que oferecem mais hipóteses de desenvolver a doença. Consulte o seu médico de família ou ginecologista e solicite a sua opinião.

E agora, cara leitora, se já não se lembra quando foi a última vez que fez um exame de papanicolau, pegue no telefone e marque uma consulta.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.