“Pode conter vestígios de animais”. O que significa isto num rótulo?

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

Não se preocupe, não está a falhar com a dieta vegetariana ao comprar alimentos com esta descrição no rótulo. Há um motivo muito simples para, por vezes, encontrar crustáceos, pescado, ovo ou leite na lista de ingredientes dos produtos vegetarianos: a culpa é dos alergénios!

Os alergénios são substâncias existentes e que podem provocar reações alérgicas. Em meio urbano, os alergénios sofrem uma mistura com outras impurezas, como as provenientes dos combustíveis dos automóveis, compostos orgânicos, materiais de construção, produtos cosméticos, e outros.

Já no que diz respeito à alimentação, os alergénios “são responsáveis por 90% das reações alérgicas”, segundo a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE).

Desta forma, tem vindo a discutir-se ao longo dos anos a obrigatoriedade de constarem da lista de ingredientes dos produtos, e acabou por ser regulada a menção dos alergénios, “como principal objetivo informar os consumidores, principalmente aqueles que têm alergias ou intolerâncias”.

São 14 os principais tipos de substâncias ou alimentos que com maior risco de alergias ou intolerâncias, de acordo com a ASAE:

  • “Cereais que contêm glúten (trigo como espelta e Khorasan, centeio, cevada, aveia e produtos à base destes cereais);
  • Crustáceos e produtos à base de crustáceos;
  • Ovos e produtos à base de ovos;
  • Peixes e produtos à base de peixe;
  • Amendoins e produtos à base de amendoins;
  • Soja e produtos à base de soja;
  • Leite e produtos à base de leite (incluindo lactose);
  • Frutos de casca rija, (amêndoas, avelãs, nozes, castanhas de caju, nozes pécan, castanhas do Brasil, pistácios, nozes de macadâmia ou do Queensland e produtos à base destes frutos;
  • Aipo e produtos à base de aipo;
  • Mostarda e produtos à base de mostarda;
  • Sementes de sésamo e produtos à base de sementes de sésamo;
  • Dióxido de enxofre e sulfitos;
  • Tremoço e produtos à base de tremoço;
  • Moluscos e produtos à base de moluscos.”

Mas de que forma é que os produtos vegetarianos e veganos contêm este tipo de alergénios? Não quer dizer que o tenham na sua composição, e não é certo que possa ter sido contaminado por qualquer uma dessas substâncias.

No entanto, durante o processo de produção, poderá haver possibilidades de o mesmo produto ter sido manipulado, armazenado, ou, ainda, transportado no mesmo local onde outros alimentos que contêm esses alergénios são produzidos.

Além disso, ainda poderão ter sido usados equipamentos da produção desses alimentos, apesar de terem que ser obrigatoriamente higienizados.

A advertência surge, então, no rótulo, para alertar o consumidor da possibilidade de existir qualquer um desses alergénios no produto, de modo a que faça uma escolha consciente.

Dito isto, se é vegetariano, a frase “pode conter vestígios de…” não está necessariamente a incitar de que está a comer crustáceos, peixes ou moluscos.

Já se é vegan, o mesmo aplica-se a si em relação aos derivados, como é o caso do leite e dos ovos. Depois, há outros cuidados a ter, nomeadamente das pessoas intolerantes à lactose e ao glúten, presentes nos cereais.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.