Sofre de ansiedade? Saiba quais os alimentos a evitar no seu dia a dia

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

A saúde mental é, muitas vezes, esquecida. Porém não a deve deixar de lado e perceber quais os fatores que a influenciam, como a alimentação. A sua dieta pode ser responsável pelas situações de stress. Mas, não se preocupe, porque também é capaz de as combater.

Em Portugal, mais de um quinto da população sofre de uma perturbação psiquiátrica, equivalente a 22,9%, de acordo com a Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental. Destas, 16,5% correspondem às pessoas que sofrem de ansiedade, a doença que mais afeta os portugueses.

A ansiedade é descrita como uma “reação normal ao stress do dia-a-dia”, que, quando prolongada e exagerada, pode provocar outras perturbações, tais como: “as fobias, os ataques de pânico, a perturbação de ansiedade generalizada, o stress pós-traumático”.

No entanto, para além dos problemas pessoais ou profissionais, há outras causas da ansiedade e passam, muitas vezes, pela escolha alimentar.

4 alimentos a evitar

  • Álcool

Já falámos do álcool e dos seus malefícios, mas quais são os impactos que tem para a nossa saúde mental?

As bebidas alcoólicas têm um forte papel na desidratação do nosso corpo e na dificuldade em dormir. Estes fatores podem vir a originar reações ansiosas.

Além disso, o álcool também é responsável por alterar os níveis de serotonina (a hormona da felicidade) e de afetar as funções dos neurotransmissores do cérebro, que traz grandes repercussões para a ansiedade.

Não lhe estamos a negar o consumo total de álcool, mas deve beber com moderação e segundo as quantidades recomendadas.

  • Cafeína

Apesar de trazer muitos benefícios para o nosso corpo, o mesmo não se pode dizer quando associado à ansiedade e depressão.

Se o consumo de cafeína não for frequente, poderá originar episódios de ansiedade, por se tratar de um dos ingredientes que mais provoca estados de nervosismo.

Além disso, também reduz os níveis de serotonina, piorando o nosso estado de espírito.

  • Açúcar

O açúcar está em tudo o que comemos. Em muitos alimentos, é um constituinte natural. No entanto, os grandes malefícios surgem daqueles que são adicionados.

Os açúcares adicionados trazem muitos problemas para a ansiedade, pois são responsáveis pela subida e descida repentina dos níveis de açúcar no sangue.

Isto faz com que a insulina que é libertada pelo corpo, para ajudar na absorção da glicose e a equilibrar os níveis de açúcar do sangue não seja suficiente e que possa originar estados de stress, preocupação, irritabilidade e tristeza.

  • Hidratos de carbono refinados

Os hidratos de carbono refinados encontram-se em muitos dos alimentos que consumimos, tais como pão, arroz, refrigerantes, massa, cereais e snacks processados.

Além de já terem sido provados os impactos negativos nas doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade, também traz grandes malefícios para a ansiedade.

Dito isto, deve evitar ingredientes, como a farinha branca (feita com trigo processado), arroz branco e pão branco.

Mas, afinal, o que pode comer se sofre de ansiedade? Há cinco alimentos que trazem grandes benefícios para a saúde mental e são capazes de aliviar os sintomas de ansiedade.

5 alimentos que deve comer

  • Salmão

O salmão é responsável por diminuir a ansiedade por ser constituído por muitos nutrientes, tais como a vitamina D e a ómega 3, que são responsáveis pela regulação dos neurotransmissores e pela subida dos níveis de serotonina.

  • Camomila

Se não gosta de chá de camomila, então talvez os seus benefícios o convençam a experimentar de novo.

A camomila é uma erva forte em antioxidantes e anti-inflamatórios, capaz de ajudar a regular os neurotransmissores, como o salmão, mas também de ajudar no funcionamento do eixo hipotálamo-hipófise-suprarrenal, o mecanismo de resposta a situações de stress.

  • Chocolate negro

Já referimos que os açúcares adicionados são prejudiciais para a ansiedade, por isso apresentamos-lhe uma alternativa doce que só traz benefícios para a sua saúde mental.

O chocolate negro é composto por flavonóides, que atuam como antiodidantes, que ajudam no funcionamento do cérebro, regulando a circulação sanguínea, capazes de prevenir situações de stress.

  • Iogurte natural

O iogurte natural traz vários benefícios ao seu corpo, incluindo para a sua saúde mental.

Os probióticos que o constituem têm um papel fundamental na melhoria do funcionamento do cérebro, ao reduzir a inflamação e aumentando os níveis de serotonina.

  • Ovos

A clara de ovo é extremamente importante para a saúde mental, por ser rica em vitamina D e aminoácidos, como o triptofano, capaz de ajudar na produção de serotonina, trazendo também benefícios para o sono e a memória.

Outras histórias que vai querer ler

1 Comment

  • gosto muito de consultar esta pagina porque tem conteudos do qual eu me revejo obrigado nuno abraço

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.