Miso ao pequeno almoço? Nem faz ideia dos benefícios desta sopa japonesa

Carolina Jesus

Produtora de conteúdos

Já provou a famosa sopa de miso? Uma iguaria inventada pelos japoneses, comida ao pequeno-almoço, de forma a começar o dia com diversos benefícios, entre os quais a melhoria da digestão e o fortalecimento do sistema imunitário.

O miso presenteia-nos com os seus benefícios há centenas de anos. Descoberto no Oriente, consiste numa pasta de grãos de soja cozidos, a que se acrescenta arroz ou cevada. Após este processo, surge a fermentação, motivada pela presença de um fungo, Koji, que lhe dá a consistência que conhecemos.

Adicionado o sal à mistura, o miso dá-nos a experiência de provarmos o quinto sabor da cozinha, o Umami. Com o significado de “gosto saboroso e agradável”, o Umami introduz-nos um novo palato, além do ácido, doce, amargo e salgado. Está presente, em grandes quantidades, em muitos alimentos, como no queijo parmesão, no tomate, no miso, no molho de soja e, até, no leite materno, que contém 20 vezes mais Umami que o leite de vaca.

O miso, que a maior parte de nós só conhecem uma aproximação, como entrada nos restaurantes japoneses, tem vários tipos, dependendo do tempo de fermentação e do cereal que lhe é acrescentado: arroz ou cevada. Mas também pode variar na quantidade de sal, a especificidade do fungo utilizado e, até mesmo, no recipiente que é usado durante a fermentação. Vejamos quais são eles.

Tipos de Miso

Miso Branco (Shiro Miso)

É a forma de miso mais popular, que consiste na mistura de feijões de soja fermentados, com arroz e com uma elevada concentração de Koji. Apesar de se chamar miso branco, a sua cor é amarelada.

Tem uma fermentação de menor duração, o que lhe dá um sabor adocicado. É o mais indicado para sopas, molhos e marinadas.

Informação Nutricional

A cada 100 gramas de Miso branco, ou Shiro Miso, é possível encontrar os seguintes nutrientes:

  • Calorias: 179
  • Hidratos de Carbono: 25 g
  • Gorduras: 4 g
  • Proteínas: 7 g

Miso Amarelo (Shinshu Miso)

Com um tempo de fermentação maior em relação ao anterior, o Miso Amarelo, ou Shinshu Miso, consiste na mistura de feijões de soja fermentados e cevada. O seu sabor mais salgado e ácido é ideal para sopas, molhos e marinadas, assim como o miso branco.

Informação Nutricional

A cada 100 gramas de miso amarelo, ou shinshu miso, é possível encontrar os seguintes nutrientes:

  • Calorias: 191
  • Hidratos de Carbono: 22 g
  • Gorduras: 6 g
  • Proteínas: 11 g

Miso Vermelho (Aka Miso)

O Miso Vermelho, também chamado de Aka Miso, é aquele com um sabor mais intenso, sendo que uma colher de sopa é suficiente para garantir o seu sabor no prato.

Feito com feijões de soja fermentados e cevada, tem um longo processo de fermentação, o que lhe proporciona o seu sabor característico e a sua coloração escura.

Ideal para sopas e marinadas com aromas fortes, assim como pratos de carne  e vegetais, para intensidicar o seu sabor.

Informação Nutricional

A cada dose de Miso vermelho, ou Aka Miso, o que equivale a 16 de gramas, é possível encontrar os seguintes nutrientes:

  • Calorias: 30
  • Hidratos de Carbono: 4 g
  • Gorduras: 1 g
  • Proteínas: 2 g

Estes são os tipos de miso mais conhecidos e que se encontram mais facilmente nos supermercados, mas existem muitos outros tipos dependendo do que lhes é adicionado, tais como: Genmai Miso, feito com arroz integral, em vez do branco, Soba Miso, que resulta na adição de trigo durante o processo de fermentação, entre muitos outros.

Benefícios do Miso

Como já referido, esta pasta fermentada traz muitos benefícios ao nosso corpo e, na tradição japonesa, a sopa de miso é comida logo pela manhã, de forma a começar o dia com uma riqueza de nutrientes. Após saber as vantagens que tem para a sua saúde, vai querer largar o café e os cereais e fazer esta simples receita para o seu pequeno-almoço.

Melhora a digestão

Garante uma boa quantidade de probióticos, devido ao processo de fermentação, que colaboram com a digestão e melhoram a saúde intestinal, ajudando na defesa das toxinas e bactérias nocivas.

Além disso, a fermentação reduz a quantidade de antinutrientes presentes nos feijões de soja. Estes são responsáveis por interferir na absorção dos nutrientes, deixando esse processo mais difícil para o organismo. O miso contém menos antinutrientes, assim como outros produtos fermentados, o que garante uma boa digestão.

Fortalece o sistema imunitário

Os probióticos também ajudam a aumentar a imunidade e a travar a evolução das bactérias nocivas para o nosso corpo. Desta forma, consegue prevenir constipações e gripes, além de ajudar no seu processo de recuperação.

Poderá reduzir o risco de alguns cancros

Pelas mais variadas razões, o miso poderá estar ligado à diminuição do risco de desenvolver alguns tipos de cancro, tais como: estômago, pulmão, colon, mama e fígado.

Alguns estudos comprovam que o miso poderá prevenir o cancro do fígado e da mama, entre 50 a 54%. E, no caso do cancro da mama, mostrou ser mais beneféico após a menopausa.

Acredita-se que a grande quantidade de antioxidantes presentes no miso, entre os quais os isoflavonas, podem contribuir para esta prevenção. Mas o seu longo processo de fermentação, especialmente aquele que dura mais de 180 dias, também poderá ser um dos fatores.

Poderá potenciar a saúde do coração

Além de poder reduzir os níveis de “mau” colesterol (LDL) e a pressão sanguínea, apesar de só haver estudos em animais, esta sopa japonesa poderá prevenir o desenvolvimento de algumas doenças cardíacas e a morte causada por elas.

Poderá prevenir a diabetes tipo 2

Alguns estudos afirmam que poderá atrasar o desenvolvimento da diabetes tipo 2. No entanto, ainda não se pode confirmar com certeza, pois nem todos os estudos concordam.

Poderá potenciar a saúde cerebral

Mais uma vez, os probióticos podem trazer grandes benefícios, nomeadamente à memória e à redução dos sintomas de ansiedade, depressão, autismo e transtorno obsessivo-compulsivo. No entanto, mais estudos precisam de ser feitos para comprovar estes efeitos.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.