Tags : cirurgia

Como reabilitar alguém com 80 anos depois de uma fratura do fémur?

Com o avançar da idade, várias funções cognitivas e capacidades físicas tendem a deteriorar-se, como a mobilidade, o equilíbrio e a agilidade, levando a um aumento recorrente de quedas nos idosos. Aliado a esta deterioração física a fragilidade óssea e muscular também vão influenciar os maus resultados destas quedas, acabando a maior parte das vezes em fraturas.Ver mais

Hérnia inguinal: Afinal, que problema é esse que levou Marcelo ao hospital?

Bastou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ser operado a uma hérnia inguinal, para toda a gente começar a ouvir falar da maleita. Afinal, que hérnia é esta? Bom, o chefe de estado já teve alta hospitalar, e correu tudo bem para os lados de Belém. Pareceu simples, ainda assim vamos perceber os contornos deste problema de saúde que o presidente dos afetos teve de resolver.Ver mais

E depois de um enfarte? Como se reabilita um coração ainda a recuperar?

As doenças do coração são a maior causa de morte em Portugal e matam um terço dos portugueses que morrem todos os anos no nosso país. Esta é uma razão mais do que evidente para prevenirmos as doenças cardiovasculares. Mas, felizmente, a medicina consegue salvar muitas vidas. E como é o dia seguinte? Como é a vida do paciente depois de um evento cardíaco ou de uma cirurgia ao coração? A reabilitação do coração é um procedimento multidisciplinar decisivo para a boa saúde do paciente. Ver mais

Tem medo de não acordar de uma anestesia? Não vale a pena. O risco é de 0,0000001%

Basta falar em cirurgia, por mais simples que seja, para o coração começar a tremer, não é? Ai a anestesia. "E se eu não acordo? Ou se perco a memória? E se fico adormecida para o resto da vida?" são alguns dos receios de muitos pacientes. A fama é bastante injusta e exagerada. É que o risco de complicações é tão baixo como a probabilidade de queda de um avião. E já pensou nos milhares de voos que todos dias cruzam os céus do planeta? Ana Rita Vieira, anestesista do Hospital Cruz Ver mais

O DIÁRIO DE UMA EX-OBESA

No mesmo dia, mas em épocas muito diferentes, têm início duas histórias: a minha e a destas crónicas. Era um dia 8 de Agosto, e comecei a desenhar um caminho que fui percorrendo até hoje, em que resolvi aceitar o convite do Nuno Azinheira para partilhar convosco parte deste percurso.Ver mais