Tags : Nuno Azinheira

JOÃO FERNANDO RAMOS: “Se não faço desporto três vezes por semana, não consigo funcionar”

O pivô da TVI mora no Porto e sabe bem como a gastronomia local é uma tentação que "rapidamente pode desequilibrar alguém". Bom prato, João Fernando Ramos, 56 anos, não vive sem desporto. "Se não faço desporto duas a três vezes por semana, não consigo funcionar. Começo a sentir-me pior, já derrotado e o dia corre-me francamente pior", afirma o jornalista, que é também um fã confesso de ralis. Nesta conversa com Nuno Azinheira, o profissional explica o que faz diariamente para se sentir em boa forma.Ver mais

MARIA ELISA DOMINGUES: “É difícil resistir à melhor doçaria do mundo”

É uma mulher que dispensa apresentações. Maria Elisa Domingues está há muito (demasiado, em minha opinião...) afastada da televisão, mas os portugueses bem conhecem a jornalista dura e serena, capaz de colocar em sentido políticos e outros entrevistados, mas ao mesmo tempo informada e pedagógica, que dedicou muitos anos aos temas da saúde. Dedicou e dedica, porque tem vindo a escrever sobre a área desde que saiu da televisão. Acaba de lançar, nos últimos meses de 2021, "A Missão de Cuidar". E aproveitou para falar um pouco de si, dos seus Ver mais

LILIANA CAMPOS: “Tenho plena consciência de que sou viciada em açúcar”

É um rosto muito popular da televisão portuguesa. Apresentadora da "Passadeira Vermelha", Liliana Campos tem, aos 50 anos, um corpo cuidado, que a própria atribui ao positivismo da sua vida. "Adoro rir. E rio por duas razões: por tudo e por nada", conta entre gargalhadas. Quanto à alimentação é uma rebelde consciente. "Adoro massas. E quando gosto muito de um prato, sou capaz de comer o mesmo prato toda a semana. É até à exaustão", assume.Ver mais

TERESA BRANCO: “Não faz sentido que a nossa felicidade dependa do que comemos”

Nasceu numa família de obesos e foi por isso que se interessou pela nutrição e pelo peso a mais dos portugueses. Fisiologista da Gestão de Peso e Doutorada em Saúde e Condição Física, Teresa Branco é uma das principais especialistas do mercado na investigação e tratamento da obesidade e do excesso de quilos. Foi consultora da SIC para os programas "Peso Pesado" e "Toca a Mexer", tem há duas décadas consultório aberto e mais de uma dezena de livros publicados.Ver mais

IARA RODRIGUES: “Já roubei aos portugueses mais de mil quilos em excesso”

Compara um nutricionista a uma bengala. Ajuda, mas não substitui as pernas do paciente. Licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Iara Rodrigues ajuda há quase 15 anos os portugueses a a serem mais saudáveis. Não é inflexível nem fundamentalista e por isso acha que o sucesso de uma dieta está no equilíbrio. Mas, sobretudo, na qualidade do que se come, diz Iara, que tem a sua própria clínica, vários livros escritos e é presença assídua na televisãVer mais

HEITOR LOURENÇO: “O vegetarianismo passou de moda a tendência. Mas hoje é uma necessidade”

Aos 54 anos, Heitor Lourenço diz que não consegue imaginar-se a comer carne. É natural. Rege-se pela filosofia budista, é vegetariano há mais de 20 anos, quando sê-lo era coisa "de extraterrestre". "O vegetarianismo já foi uma moda, passou de moda a tendência e hoje é uma necessidade", explica o ator, que não prescinde diariamente da meditação, a que se chama o seu "ginásio mental". Ver mais

JOSÉ GABRIEL QUARESMA: “Não queria ser um pai gordo e desleixado”

Aos 52 anos, o jornalista da TVI e CNN Portugal continua focado no seu bem-estar físico e psicológico. Treina várias vezes por semana e já tomou uma resolução de ano novo: vai melhorar a sua alimentação em 2022. Para isso sabe que vai ter de "ter muita força de vontade e capacidade de sacrifício". Mas o que o fez mudar de estilo de vida em 2013 continua válido. "Não queria ser um pai gordo e desleixado aos olhos dos meus filhos", conta José Gabriel Quaresma em conversa com Nuno Azinheira.Ver mais

MARCO HORÁCIO: “Adorava ser vegetariano, mas gosto de mais de peixe”

Aos 47 anos, Marco Horácio está mais focado do que nunca na sua qualidade de vida. "Foi a partir dos 40 anos", como o próprio reconhece, que passou a ligar mais a essa questão. Não se lembra da última vez fritos em casa, e não passa sem sopa, "sobretudo no inverno". Esta semana, Nuno Azinheira conversa com Marco Horácio sobre as rotinas alimentares e o exercício físico do comediante a apresentador de televisão.Ver mais