Tem enxaquecas com frequência? Preparámos um guia do que pode e do que não deve comer

Diana Rosa

Jornalista

Quem sofre de enxaquecas sabe o quão incapacitante uma crise pode ser. Seja regularmente ou de forma pontual, a verdade é que ninguém está livre de sentir uma bela dor de cabeça. Conheça algumas das causas e, melhor do que tudo alguns alimentos que podem ajudar a superar a dor.

É das dores mais incomodativas que podemos ter. As suas manifestações variam de pessoa para pessoas, mas em casos mais graves, chegam a gerar total intolerância à luz e ao ruído e a provocar vómitos e náuseas.

A enxaqueca pode ser originada por vários fatores, como dormir mal, ser sedentário, beber pouca água, ficar muitas horas sem comer durante o dia, ou mesmo o stress. No entanto, há alimentos que podem contribuir para a enxaqueca, especialmente os que contêm adoçantes ou conservantes.

Cada corpo é um corpo, e os alimentos que causam a esta dor de cabeça podem variar de pessoa para pessoa. Se isto lhe acontece muitas vezes, está na hora de fazer um diário onde aponte tudo o que come durante o dia e marcar uma consulta com um profissional, para fazer exames e conseguir encontrar um plano alimentar que não traga este tipo de efeitos secundários.

Fique a conhecer os alimentos mais prováveis de lhe provocar enxaqueca:

  • Álcool – Desde sempre que a dor de cabeça é uma das características de um serão em que bebeu um copo a mais. Mas na verdade nem sempre é uma questão de quantidade. Principalmente se estivermos a falar de vinho tinto, branco, champagne e cerveja. Normalmente os sintomas aparecem entre 30 minutos a três horas após o consumo.
  • Bebidas com cafeína – Seja café, chá ou refrigerantes. A cafeína pode ter um efeito agravante para quem tem crises de enxaquecas, embora haja pessoas que, de forma moderada, sintam que um café pode ajudar a aliviar as dores de cabeça, uma vez que esta substância tem propriedades anti-inflamatórias.
  • Chocolate – No topo de todas as listas de alimentos que promovem a dor de cabeça está este tão amado por quase todos nós. O chocolate faz aumentar a serotonina e esse motivo é apontado como o grande desencadeador da enxaqueca.
  • Lacticínios – Nomeadamente, queijos mais fermentados, leite e iogurtes. Estes alimentos contêm tiramina, que favorece o aparecimento da dor de cabeça. Este composto está presente com elevado teor em queijos como parmesão, suíço, ilha, roquefort, brie, gorgonzola, feta ou chedar.
  • Carnes processadas – Sejam elas chouriço, presunto, salsicha, salame, paio ou bacon, entre outros, podem causar sintomas de enxaqueca, graças aos conservantes utilizados para preservar as características dos alimentos. Estes conservantes promovem a dilatação dos vasos sanguíneos, que normalmente resultam em dores de cabeça até 2 horas depois da refeição.
  • Alimentos com glúten – como pão, pizzas ou massa, que podem provocar fortes dores de cabeça a quem sofra da síndrome de intestino irritável, doença celíaca ou intolerância ao glúten.

Mas não lhe trazemos só más notícias. Também temos para si a lista de alimentos que ajudam a melhorar estes sintomas. Quer ver? Aponte!

  • Banana, abacate e aveia – graças ao elevado teor de triptofano, que favorece o bem-estar e o relaxamento dos vasos sanguíneos.
  • Oleaginosas – como nozes, castanhas ou amendoins, uma vez que são ricas em selénio, que ajuda a diminuir o stress e é antioxidante.
  • Peixes ricos em ómega-3 – como atum, sardinha, salmão e cavala, tendo propriedades anti-inflamatórias e as chamadas gorduras boas.
  • Sementes – sejam de abóbora, sésamo, linhaça ou chia, uma vez que são ricas em antioxidantes e também têm um elevado teor de ómega-3.
  • Chás de ervas – tal como a cidreira, tília, lúcia-lima ou camomila, uma vez que o seu efeito tranquilizante ajuda a aliviar a dor.
  • Chá de gengibre – este superalimento e poderoso anti-inflamatório tem também propriedades analgésicas que vão diminuir a dor.
  • Água – uma vez que a desidratação é uma das causas mais comuns das dores de cabeça, comece por beber mais água ao longo do dia. Alguns estudos sobre o assunto demonstram que cerca de 47% das enxaquecas apresentam melhoras com a ingestão de mais água.

Alimentos que sejam ricos em vitamina B, como as leguminosas (lentilhas, feijão ou grão) ou ovos, kiwi, maçã e cenoura, também são fortes aliados a manter-se afastado das enxaquecas, uma vez que esta vitamina protege o funcionamento do sistema nervoso.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.