Um diabético pode beber sumos naturais? E comer fruta às refeições?

Diana Rosa

Jornalista

É um assunto delicado e que precisa de esclarecimento urgente. Os sumos naturais são opções saudáveis e cheios de vitamina, sim, mas não para um diabético. Neste Dia Mundial da Diabetes, fique a saber por que razão os sumos podem ser um perigo e em que momentos do dia pode comer fruta. E, já agora, nunca a deixe a bailar sozinha no seu corpo…

A fruta é um alimento cheio de benefícios para a saúde e recomendada a miúdos e graúdos, em todos os cantos do mundo. Os diabéticos não são exceção, mas com certas diferenças. Na verdade, a fruta é baixa em calorias, rica em vitaminas, fibras e minerais, além de ser antioxidante, mas também tem frutose, que é o seu açúcar natural. E por isso, o seu consumo exagerado pode levar a aumento de peso, mas também a descontrolo de glicemia no caso dos diabéticos. Por isso, há que pensar bem na escolha dos frutos a comer, nas quantidades, e nos momentos do dia eleitos para desfrutar deste alimento.

Que frutos escolher

Geralmente um diabético não tem frutos proibidos, mas aqueles que contêm mais açúcar são de evitar, como figos, manga, frutos em calda, uvas, ameixas ou passas. Outros frutos como maçã, pêra, kiwi, melancia, morangos, framboesas, mirtilos, banana, tangerina, entre outros, têm consumo livre, mas atenção: cuidado com os sumos naturais.

Sumos? Não, obrigado!

Os sumos naturais são normalmente apresentados como ajudantes de uma alimentação saudável. É fruta, é natural, logo é bom. É este habitualmente o raciocínio. Mas, no caso dos diabéticos, não é assim. Ao fazer um sumo natural, não coloque três peças de fruta, pois para além de ter elevado teor calórico e cumprir logo a dose limite de fruta diária, tem também uma alta concentração de hidratos de carbono, dos quais açúcares, através da acumulação da frutose. Escolha um fruto e misture com água ou iogurte natural para espessar a sua bebida, por exemplo.

Além disso, a bebida também não oferece muitos nutrientes, como as fibras, já que estas são perdidas no processo de produção do sumo. As as fibras também são hidratos, porém, um tipo que não é quebrado pelo organismo. Portanto, não é transformado em açúcar.

Além disso, as fibras solúveis podem ajudar a reduzir os níveis de colesterol e contribuem para manter controlada a glicose no sangue. Algumas frutas, como laranja, maçã e pera apresentam esse nutriente, mas se consumidos de forma natural. Transformadas em sumo, as fibras são perdidas na preparação, perdendo o valor nutricional do alimento. Por isso, é sempre preferível comer uma laranja (incluindo aqueles filamentos brancos, onde se concentra a maior dose de fibra) do que beber um sumo com três ou quatro laranjas espremidas.

A que horas comer

Depende. Se ao almoço ou ao jantar, a sua refeição não contiver hidratos de carbono, poderá acompanhá-la com uma peça de fruta. Mas como geralmente tem, é preferível que coma a fruta fora das refeições, para não consumir uma quantidade elevada de açúcar e correr o risco de hiperglicemia. O ideal é que vá distribuindo o consumo de hidratos de carbono em pequenas quantidades ao longo do dia. Por isso já sabe, se comer arroz, massa, batata, pão e derivados destes alimentos à refeição, não coma fruta.

A fruta é uma excelente escolha para comer a meio da manhã ou a meio da tarde, pois funciona muito bem como alternativa a outros lanches menos saudáveis como sandes, snacks salgados, fritos e outras tentações que são rápidas de obter quando não se tem muito tempo para comer.

Não coma a peça de fruta de forma isolada. Componha o seu lanche com um iogurte natural ou um chá, por exemplo. Ou então com duas bolachas com alto teor de fibra, de forma a retardar o pico de glicemia.

Que quantidade devo comer

Para o público em geral fala-se normalmente em consumir até cinco peças de fruta por dia. Mas isso pressupõe que se coma fruta a todas as refeições, e isso pode ser um pouco exagerado tanto em termos de índice calórico, como de índice glicémico. Portanto, se é diabético, deixe-se ficar pelas três peças de fruta diárias, dependendo também do tipo de fruta que elege e a quantidade de açúcar que tem.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.