Vitamina C e não só. Nem imagina o que os cítricos podem fazer por si

Izabelli Pincelli

Produtora de Conteúdos

É tempo de inverno e, com ele, de gripes e constipações – sim, eles já existiam antes da Covid-19. A fruta, e sobretudo a fruta cítrica, é essencial para prevenir várias maleitas e infeções. Vamos lá ver se sabe tudo o que temos para lhe contar…

Os cítricos recebem esse nome devido ao género de plantas a que pertencem, o citrus, e são caracterizados pelo elevado nível de ácido ascórbico, popularmente conhecido como vitamina C na sua forma pura. São nativos de regiões como Austrália, Brasil e Nova Guiné e são amplamente consumidas em todo o mundo, tanto na forma natural quanto na processada.

Há inúmeros frutos pertencentes a este grupo, sendo a laranja a mais conhecida e a responsável por apresentar 50% do total dos cítricos produzidos e consumidos anualmente. Mas não podemos deixar de lado as tangerinas, clementinas, uvas, limas ou os pêssegos, maracujás, limões… a lista continua.

As elevadas concentrações de vitamina C tornam-nos essenciais na formação de colagénio, na manutenção da saúde das nossas células, em especial no sistema imunitário, e na absorção de ferro.

Em resultado disso, devem ser consumidos com frequência, em especial durante o inverno. Além de prevenirem gripes e constipações, também potenciam a nossa energia, evitando o cansaço. 

Por outro lado, apesar de apresentarem diversos benefícios, há controvérsias quando falamos sobre a sua versão processada, nomeadamente nos sumos, por causa dos seus níveis de açúcares. Por isso mesmo, é importante estar atento!

Quando consumidos individualmente, os benefícios dos cítricos podem variar mediante das suas características. O Escolher Viver mostra como:

A laranja melhora a saúde do intestino

Além da vitamina C, é também rica em vitaminas A e B, responsáveis por aumentar a imunidade do nosso organismo. Já a presença de fibras como a celulose, a hemicelulose e a pectina, torna-a num cítrico essencial para auxiliar o funcionamento do sistema digestivo, prevenindo a prisão de ventre.

Além disso, apresenta elevadas concentrações de potássio, responsável pela saúde dos vasos sanguíneos, o que se traduz em uma melhor circulação sanguínea e na diminuição da pressão arterial.

O limão protege contra infeções

Rico numa substância química chamada limoneno, esse cítrico possui propriedades antifúngicas e antibacterianas, o que o torna fundamental no combate e na prevenção de gripes, infeções e doenças como a candidíase. Essa substância, juntamente com os flavonoides, também possui características anti-tumorais, prevenindo alguns tipos de cancro.

O kiwi é aliado para quem quer emagrecer

Além de possuir poucas calorias, as sementes pretas do kiwi são ricas em fibras solúveis que auxiliam na sensação de saciedade e no trânsito intestinal. Estas também são responsáveis por regular os níveis de glicose no sangue, reduzindo a necessidade de comer doces ou outros alimentos com elevados níveis de açúcar.

A tangerina previne doenças cardiovasculares

A presença de fibras como a pectina, a celulose e a lignina, diminuem a absorção de gordura pelo corpo, prevenindo as doenças cardiovasculares. Uma substância conhecida como nobiletina também auxilia neste aspeto além de atuar na prevenção de diabetes tipo 2.

A tangerina também é rica em antioxidantes, que combatem os radicais livres e, consequentemente, diminui a acumulação de gordura nos vasos sanguíneos, evitando a aterosclerose.

A clementina potencia a saúde ocular

Além de satisfazer 100% das necessidades diárias de vitamina C, esse pequeno cítrico da família das mandarinas contém um antioxidante nomeado de betacaroteno, auxiliando na saúde ocular.

O pêssego controla a diabetes

Ninguém o associa a um cítrico, mas é. O pêssego possui um baixo índice glicémico, reduzindo os níveis de açúcar no sangue e auxiliando no controlo da glicemia. Já os antioxidantes presentes neste fruto, ajudam a proteger o nosso organismo contra os radicais livres, prevenindo a resistência à insulina e, consequentemente, a diabetes.

Outras histórias que vai querer ler

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.